Análises aos melhores créditos Pessoais do mercado. Reviews feitas pelos utilizadores de créditos pessoais.

Bancos Portugueses

Sem análises

GeralNo Ratings
Taxa de JuroNo Ratings
Facilidade de AprovaçãoNo Ratings
Rapidez do ProcessoNo Ratings

Não há nada como o que é nacional e, nesta breve lista, irei-lhe falar de alguns dos bancos mais conhecidos em Portugal. São entidades bem estabelecidas e que raramente falham em prestar os melhores serviços financeiros à comunidade.

Millenium BCP


O Banco Comercial Português (BCP) é o maior banco privado português, fundado em 1985. O BCP opera em Portugal sobre as marcas Millennium BCP, Banque BCP e ActivoBank.
É proprietário do Millennium Bank e do Banque BCP, o qual está actualmente na França, na Bélgica e no Luxemburgo.
Para além do Millennium Bank, o BCP é também proprietário do Millennium BIM e de 52,7% do capital do Banco Millenium Angola.
Apesar da sua sede se encontrar no Porto, a maior parte das suas operações estão situadas em Oeiras.
Encontra-se posicionado no número 453 das Forbes, na lista das maiores empresas do mundo.
Para além das suas actividades bancárias, o BCP dá ocasionalmente o seu apoio a actividades culturais ou científicas, como a sua doação em 2009, ao Centro de Estudos Africanos, de um espólio considerável de livros sobre África.

Caixa Geral de Depósitos

A Caixa Geral de Depósitos foi fundada a 10 de Abril de 1876.
Em 1896, a CGD autonomizou-se da Junta de Crédito Público e são criadas a Caixa de Aposentações para trabalhadores assalariados e o Monte da Piedade Nacional, para realização de operações de crédito sobre penhores.
Mais tarde, em 1969, a Caixa assume o estatuto de empresa pública. Subsequentemente. a sua actividade operacional é alargada à banca de investimentos e de poupanças.
Em 1988 constitui-se o grupo CGD com a tomada de participações maioritárias no Banco Nacional Ultramarino (BNU) e na Fidelidade, que haviam sido transformadas em sociedades de capitais exclusivamente públicos.
No ano de 1993, o banco alterou a sua designação para CGD,S.A., assumindo as características de um banco universal.
Posteriormente o Grupo efectuou aquisições de bancos a nível internacionale e, em 2000, iniciou-se o processo de integração das estruturas comerciais e centrais da CGD.
Em 2001 ocorreu a fusão por incorporação do BNU na CGD, tendo desaparecido esta marca, excepto em Macau, onde o BNU continua como banco universal, emissor de moeda e agente do tesouro.
Nesse mesmo ano o banco deu início à estruturação das suas participações financeiras por áreas de negócio através da criação de holdings sectoriais.
No ano de 2012 é oficialmente concluída a compra da corretora BANIF CVC, por parte da Caixa Bi, obtendo assim 100% dos poderes da antiga corretora do concorrente BANCO BANIF, no Brasil.

Banif

O Banif foi fundado a 15 de Janeiro de 1988, sendo um projecto de um grupo de investidores privados.
O Banif investiu na criação de uma rede de agências em Portugal Continental para desenvolvimento do negócio bancário e lançou parcerias estratégicas em outros domínios da indústria financeira.
Em conjunto com outras 2 instituições de crédito – União de Bancos Portugueses e Banco Bilbao Vizcaya, constitui a Ascor Dealer (dedicada ao negócio de corretagem), a Mundicre e a Mundileasing (dedicadas ao leasing e crédito), estas em parceria com o Banco Bilbao Vizcaya e o Crédito Predial Português.
Em 1996, o Grupo compra o Banco Comercial dos Açores, detentor de 100% do capital da Companhia de Seguros Açoreana.
Em 1999, adquire uma posição estratégica no Banif Primus, dando-se assim o primeiro passo na internacionalização.
Em 2000, o Banif completa a proposta de valor para o mercado financeiro, contribuinte para a internacionalização do Grupo.
No terceiro trimestre de 2009, o Banif incorpora as sociedades que constituíam o Grupo Tecnicrédito, entre elas o Banco Mais, S.A., instituição bancária com actividade em Portugal, Espanha, Eslováquia e Polónia, e o Bank Plus, Zrt., com sede em Budapeste e actividade na Hungria.
No último trimestre de 2009, é também concluído o acordo tendente à compra das seguradoras Global – Companhia de Seguros, S.A. e Global Vida – Companhia de Seguros de Vida, S.A, que coloca o Grupo entre os 5 maiores players no sector segurador em Portugal e entre os 3 maiores nos ramos Não Vida.
O Banif é atualmente o maior grupo financeiro de capitais exclusivamente portugueses, com presença em 17 países (Portugal, Espanha, Inglaterra, Polónia, Eslováquia, Hungria, Hong Kong, Malta, África do Sul, Cabo Verde, Brasil, EUA, Canadá, Venezuela, Argentina, Bahamas, Cayman) com mais de 1 milhão de Clientes, com 700 pontos de venda e cerca de 6.000 Colaboradores.
Como grupo financeiro, detém uma oferta de produtos e serviços financeiros para empresas e particulares, organizando as suas 4 sub-holdings por diferentes segmentos de negócio:

  • Banif – Banca Comercial
  • Açoreana – Seguros
  • Banif Mais – Crédito Especializado
  • Banif Investment Bank – Banca de Investimento

BES – agora Novo Banco

O ex Banco Espírito Santo depois da falência do Grupo Espirito Santo passou a Novo Banco era um banco privado português, fundado em 1869, cuja sede se encontra na Avenida da Liberdade em Lisboa.
Até meados de 1970, o BES internacionalizou-se em países como os EUA, Angola, Reino Unido entre outros.
Em 1973 Manuel Ricardo Espírito Santo Silva torna-se Presidente do Conselho de Administração. Em 14 de Março de 1975 o governo nacionaliza as instituições de crédito com sede no território português.
O BES era o maior banco português cotado, com capitalização bolsista de 4,6 mil milhões de euros em 15 de Janeiro de 2013. Desde 3 de agosto de 2014 devido ao colapso do GES e para manter o banco em normal funcionamento, o Banco de Portugal passou todos os ativos do BES para o Novo Banco.
Assim o BES deu lugar ao novo banco desde 3 de agosto de 2014 e está fora da bolsa passando o lugar de maior banco cotado para o BCP.

O BES já foi a segunda maior instituição financeira privada em Portugal em termos de activos líquidos (81,9 mil milhões de euros em Setembro 2012), com uma quota média de 19,3% no mercado nacional e 2,2 milhões de clientes.
O BES possuía uma estrutura accionista estável desde 1991. Os principais accionistas, ESFG e Crédit Agricole detêm 50,8% do capital. Mas com a intervenção do Banco de Portugal, o Novo Banco pertence ao fundo de resolução, que tem como objetivo preparar a venda do Novo Banco.
Em Janeiro de 2013 o BES foi nomeado pela revista Global Finance “Best Trade Finance Bank 2013” em Portugal, pelo 7° ano consecutivo.

Existem mais uma dezena de médios e grandes bancos a operar em Portugal, com uma presença espalhada por todo o território nacional, como por ex. BPI, BIC, Santander, Banco Montepio, Caixa Agricola, e muitos outros.
Também há pequenos bancos como ex. o BIG, Banco7, Banco Best, e alguns dos grandes bancos mundiais têm presença em Portugal como por ex. Deutch Banck, Citygroup, Barclays, etc, no entanto a sua presença não é nacional optando por uma presença online ou com poucos balcões.

Estes bancos são actualmente presentes em nosso redor e com bastante sucesso por todo o país, e fora dele, constantemente mostando por que são os melhores serviços bancários ao dispor dos Portugueses.
Além de lhes poder abrir e gerir contas bancárias, pode contar com eles para lhe disponibilizar seguros e créditos para qualquer finalidade, algo que decerto lhe deverá fazer muita falta nos dias de hoje.

Se gostou de Bancos Portugueses partilhe no Facebook e Twitter!


Escreva uma análise

Geral
Taxa de Juro
Facilidade de Aprovação
Rapidez do Processo

Pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Publicidade